sábado, 13 de junho de 2009

Receita de Gola

Enfim, consegui terminar as encomendas do final de semana. O feriado ajudou. Saí em peregrinação por diversos armarinhos atrás de fios diferentes e achei uns ótimos. Também recebi minhas encomendas da Karen Burns. MARAVILHOSO! Cada fio de babar, a maioria importada, mohai, que necessitarão projetos mais arrojados para eu utilizá-los.

Também ganhei um mega presente de dia dos namorados. Yes, eu ainda me considero namorada do marido... Simplesmente o livro da Maria Parry-Jones - Guia Essencial do Tricô. Preciso dizer que adorei? É um guia com 250 pontos tradicionais e contemporâneos, editado em Portugal, com linguagem clara, muitos gráficos, maravilhoso. Já estou fazendo novos cachecóis e xales com os pontos que aprendi nele. Vale a pena.

Bem, agora vamos a uma pequena explicação. Eu fiz tal e qual manda na revista n. 5 da Vitória Quintal a Gola Indicolita, que tem a imagem em fio Poetic na última postagem. Só que, o fio Poetic, aqui perto de casa, custa a "bagatela" de 31 reais o novelo e a gente usa ele quase inteiro na bendita golinha. Assim fica difícil vender, não é mesmo? Então, o que eu fiz? Simplesmente testei amostras com outros fios, fiz uns testes e resolvi produzir meu próprio modelo de gola, com outros fios e texturas. É o que verão nas fotos abaixo. Eu postarei as receitas junto, uma vez que a idéia da gola pode ter sido tirada da Revista, mas as sete amostras que fiz, os cálculos de uso de linha e agulhas para as novas, são trabalho meu, ou seja, outro fio, outra tessitura. Então, vamos lá. (ah, antes que me batam por conta de direitos autorais, informo que quando modificamos tanto a idéia que parece outra coisa, não é mais caso de direitos autorais. No meu caso, mudar os fios importou mudar a amostra e o resultado, então, não é mais a mesma receita, sem falar que se fosse assim, ninguém nunca mais poderia postar cachecóis, pois alguém ia reclamar direito autoral sobre cachecol...)

Vamos ao que interessa?

Bem, este modelinho foi feito com a sobra do fio Poetic da receita da Vitória Quintal. Ficou bem bonito para o meu gosto e a textura do fio Capricho que utilizei deu outro caimento e outra maciez ao trabalho.

Receita:

Você vai precisar de: Fio Poetic (mais ou menos 1/3 de novelo), Fio Capricho (uns 3/4 de novelo, pois é usado duplo), agulhas 6,5 (ou meio ponto maior ou menor, conforme você tricote mais ou menos apertado)

Monte 14 pontos com o fio poetic usado duplo e tricote por dez centímetros em cordões de tricô (tudo em meia ou tudo em tricô, conforme seu gosto) Emende o fio Capricho, também usado duplo, e tricote por mais 60 cm também em ponto cordões de tricô. Emende novamente o fio Poetic e faça mais dez centímetros. Arremate.
Simples não? Alguma dúvida, só postar aqui. Ah, cuidado quando for emendar os fios, faça sempre do mesmo lado para não dar diferença na frente ou verso da golinha. Use solta ou com uma flor de crochê, ou como broche. Ah, a receita da Vitória Quintal diz para costurar as pontas, mas eu deixo solto, ao gosto do freguês.


Bem, agora é praticamente o mesmo modelo, em azul quase turquesa. Eu realmente adorei o fio Capricho.

Receita:

Você vai precisar de: Sobrinhas de Fio Matiz (usei a cor 5320), não dá nem meio novelo, bem menos, Fio Capricho (uns 3/4 de novelo, pois é usado duplo), agulhas 6,5 (ou meio ponto maior ou menor, conforme você tricote mais ou menos apertado)

Monte 12 pontos com o fio matiz usando apenas um fio e tricote por vinte carreiras em cordões de tricô (tudo em meia ou tudo em tricô, conforme seu gosto). Emende o fio Capricho, (usado duplo) e tricote uma carreira apenas. Aumente um ponto de cada lado, totalizando 14 pontos (senão vai dar diferença de largura) e siga trabalhando em cordões de tricô por 60 cm.
Agora é só diminuir dois pontos, voltando a 12 pontos e emenda o fio Matiz usado simples. Tricote mais 20 carreiras em fio cordões de tricô. Arremate todos os pontos e pronto.
Fácil? Difícil? Gostaram? Espero que sim. Qualquer coisa, só postar aqui.

2 comentários:

Monica disse...

Oi Eliz, ficaram lindos mesmo!!!Este guia essencial do trico é muito bom mesmo, eu também tenho aqui e já faz um tempinho, vira e mexe estou dando uma olhada, tirando alguma coisa dele, o bom é que sçao gráficos de facil compreensão!!!
bjos

Cláudia André disse...

amei teu blog...e adorei a receita vou tentar fazer e ver como fica....bjos e Deus te abençõe