terça-feira, 19 de maio de 2009

Direitos Autorais: minha opinião

Hoje o assunto é sério e talvez meio chato, mas como sou advogada, creio que preciso fazer este post. Vamos lá.

Não é de hoje que ando pela internet afora em busca de novidades, pontos, modelos, até mesmo receitas, pois obviamente que não sou nenhuma gênia para saber tudo. Encontrei vários achados, muitos blogs magníficos, muitas coisas, só que não foi somente isso que eu achei.

Há vários blogs que postam cópias de revistas publicadas, especificamente das receitas e pelo que vejo dos comentários, muitos não se dão conta do que estão fazendo. Gente, não se pode copiar uma revista, que é VENDIDA em bancas, ou pelo reembolso postal, e postar de graça para quem quiser ver, na Internet! Eu sei que é bastante legal o pessoal ver fotos, ver pontos e trabalhos, mas se o trabalho não é seu e somente seu, ou com autorização ESCRITA de preferência dos co-autores, você não pode de jeito nenhum sair divulgando por aí!

Alguém fez a receita, alguém a criou e, se foi publicada numa revista que é paga e não distribuída gratuitamente, como por exemplo a da Vitória Quintal, significa de maneira muito clara que você não pode PIRATEAR a revista e postar no seu blog!

Eu sei que isso pode ser chato, desagradável, ah eu não tenho dinheiro para comprar a revista e outras desculpas, mas por favor, é DELA! É da abril, da minuano, sei lá de qual editora, que vende a revista, conta com a verba da venda e dos anunciantes e não se pode simplesmente deixar isso pra lá e sair copiando e distribuindo! Isso é ilegal, imoral e anti-ético.

Dêem uma olhadinha no tópico da Wikipedia que vão entender perfeitamente:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Direito_autoral (eu não sei colocar link, então por favor cole no seu navegador)

Resolvi fazer esta série de posts porque simplesmente não é legal contribuir para a pirataria, a cópia ilegal e alegar o famoso e lindo jeitinho brasileiro! É ilegal e não tem jeito. Sinto muito por quem acha injusto, mas se vejo muitos blogs com o pedido para que se respeite o direito autoral de fotos, de paps, de receitas, também vejo muitos blogs que ostentam selos assim reproduzindo sem o menor senso do absurdo material que não pertence ao dono, autor do blog. Não é porque você comprou a revista que tem direito a postar scans dela...

Deu para entender? Não quero soar antipática, mas a pirataria é crime, e colocar acesso livre a material que não nos pertence nos torna o que?

Da Wikipedia (http://pt.wikipedia.org/wiki/Pirataria_moderna): A pirataria moderna se refere à cópia, venda ou distribuição de material sem o pagamento dos direitos autorais, de marca e ainda de propriedade intelectual e de indústria - portanto, quer pela cópia de uma obra anterior (falsificação), quer pelo uso indevido de marca ou imagem, com infração deliberada à legislação que protege a propriedade artística, intelectual, comercial e/ou industrial.
A pirataria envolve os mais diversos produtos, desde roupas, utensílios domésticos, remédios, livros, softwares e qualquer outro tipo de produto que possa ser copiado.

Viram só? E qualquer outro tipo de produto que possa ser copiado... Então, vamos tornar a vida virtual mais legal e deixar de piratear coisas que não são nossas? Todo mundo ganha, pois sem receber, os autores param de publicar, sem publicar, não teremos onde buscar dados...

Por isso, me perdoem, mas não verão em meu blog, de jeito algum nenhum scan de nenhuma revista, nenhuma receita de nenhuma autora que a tenha publicado na net sem o devido crédito e após pedir se ela aceita a postagem ou se prefere redirecionamento de link.

Não quero que ninguém concorde. Apenas estou expondo meu ponto de vista e minha conduta. Todos têm o direito de ter suas próprias opiniões e que façam de acordo com suas formações. No entanto, me sinto no direito de dizer o que penso e, dentro do possível, me conduzir com coerência quanto ao assunto.

Abraços para todos e desculpem o post tão sério...

7 comentários:

VovoBaisa disse...

Eliz!

Se for assim como você pensa, meu blog vai acabar... E muita gente vai sentir...
Sou da opinião que caiu na Internet é público! Escanear uma página ou outra da revista, ajuda a vender material: lãs, linhas e inclusive a própria revista pra ver melhor as peças...
Não vamos consertar o mundo fazendo o que você diz. Eu me considero uma pessoa honesta e não creio que mostrar um trabalhinho pra quem mora em outro lado ou salvar uma imagem que eu queria tanto fazer cause tantos danos assim...
Quando alguém me questiona sobre determinada postagem,eu não discuto: retiro e pronto.
Até hoje me lembro de ter retirado apenas 3 postagens e como tenho o blog a algum tempo acho que não é tão grande o prejuízo das editoras não...rssrs.
Finalizando, eu adoro minhas amigas virtuais que me enviam peças e receitas do mundo todo.
Espero que você não visite mais o meu blog, senão pode ficar chateada...rsrsr..
Abraço e respeito sua opinião, mas, tinha que dar o meu pitaco no assunto.

Quanto à projetos solidários existem muitos e muitos o ano todo. É só você procurar um que lhe agrade mais e trabalhar.
Marisa.

Monica disse...

Oi Eliz, eu concordo com tudo que vc escreveu no post, e também posso parecer antipática, mas não coloco receitas no blog, a não ser que tenha sido coisa criada por mim!!!Mudando de assunto, já que vc vai para Buenos Aires no ano que vem, vou te dar uma dica, leve pouca coisa na mala, porque depois que vc vai na Scalabrini Ortiz , até uma mala grande fica pequena, ainda mais para vc que gosta de comprar lãs, aquilo é uma loucura, uma rua repleta de lojas de lãs, sem contar o preço bem mais em conta que os nossos!!!!!Quase tivemos que pagar excesso de bagagem por conta dos muitos novelos!!!!
bjos

Larissa Nascimento disse...

Eu concordo em gênero, número e grau com você e faço coro.

Maria disse...

Eliz,
Concordo plenamente com você. Mas como brasileiro é tudo no vai da valsa, pode ser que algumas pessoas não aprovem
bj

Cyberamjel disse...

Concordo plenamente. Hoje em dia tem muito blog vivendo de revista escaneada e postagem alheia. Tricô é criatividade. E um blog, por ser página pessoal tem que ter o jeito de quem o faz. Que graça tem copiar (plagiar) o que os outros fazem?
Valeu pelo post. Um abraço!

Karen Burns disse...

Eliz, Concordo em gênero, número e grau. me incomoda muito a famosa frase: achei a receita não sei onde ou coisas do gênero.
Bjs
Karen

Regina disse...

Concordo com vc plenamente. Assim que a legislação de internet se instalar aqui no país essa prática vai ser perigosa como é em países com elgislação. Essa semana uma mulher foi condenada nos EUA a pagar uma indenização de US$ 1,92 milhão por danos e prejuízos causados à indústria fonográfica por baixar ilegalmente 24 músicas na internet. Imagina quanto vai ser a indenização por publicação de material alheio sem autorização. Bjsss